PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL

Veja aqui os principais índices e estatísticas sobre as micro e pequenas empresas.

Download

Notícias do seu estado

Selecione o estado:

Conheça a área Multimídia da ASN

Acesse e baixe fotos, vídeos e áudios para uso jornalístico. É necessário citar os créditos do autor.

Presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto, aborda o tema Empreendedorismo na Favela, durante o Fórum Nova Favela Brasileira

Bruno Santos A2 FOTOGRAFIA

Fotos Download

1 de 6

Presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto, aborda o tema Empreendedorismo na Favela, durante o Fórum Nova Favela Brasileira
Confira acervo completo


X

Cinco menos que são mais

A empresária Simone Lima resolveu apostar no mercado de roupa infantil e, há quatro anos, abriu uma confecção em Brasília, Distrito Federal. Simone teve ajuda de um consultor do Sebrae para melhorar o processo de produção. “Nós contratamos uma modelista e ela foi desenvolvendo todos os moldes com as grades e aí a gente foi fazendo os encaixes para os cortes. Nós tivemos uma redução de desperdício de tecido: saímos de 60% e fomos para 5%, 8%. A gente começou a criar flores, laços. As peças foram enriquecidas em detalhes utilizando aquilo que era jogado fora.” Simone conta que passou a comprar menos matéria-prima, as vendas aumentaram e ela pôde oferecer um produto com valor agregado por um preço melhor. (Minuto Sebrae 1004)

  • A empresária Simone Lima resolveu apostar no mercado de roupa infantil e, há quatro anos, abriu uma confecção em Brasília, Distrito Federal. Simone teve ajuda de um consultor do Sebrae para melhorar o processo de produção. “Nós contratamos uma modelista e ela foi desenvolvendo todos os moldes com as grades e aí a gente foi fazendo os encaixes para os cortes. Nós tivemos uma redução de desperdício de tecido: saímos de 60% e fomos para 5%, 8%. A gente começou a criar flores, laços. As peças foram enriquecidas em detalhes utilizando aquilo que era jogado fora.” Simone conta que passou a comprar menos matéria-prima, as vendas aumentaram e ela pôde oferecer um produto com valor agregado por um preço melhor. (Minuto Sebrae 1004)

    Cinco menos que são mais

  • No programa de hoje, o consultor do Sebrae, Renato Santos, explica como definir corretamente o preço dos produtos. “A formação de preços é um grande desafio. Vender muito caro afasta os clientes e muito barato afasta os lucros. Como escolher a estratégia? Os custos são o primeiro ponto. Vender abaixo do custo está fora de questão – é literalmente “pagar pra trabalhar”. Outro ponto é a concorrência: o produto não sai se os concorrentes vendem mais barato – a não ser que você justifique a diferença pela qualidade superior. E finalmente, a percepção dos clientes. Se a oferta não for adequada ao preço, também não há negócio. O consumidor precisa avaliar que a proposta de valor é vantajosa. Esse é o tripé da política de preços. E o Sebrae está pronto pra te ajudar na análise dos números, com consultoria e capacitação. Bons negócios e sucesso!”. Mande sua pergunta que nós vamos responder aqui. Nosso e-mail é minuto@sebae.com.br (Programa Minuto Sebrae 997).

    Estratégia para definir preço dos produtos é desafio para o empreendedor

  • Gustavo Amaral lançou uma grife própria de roupas que já vem com proteção solar. As peças são fabricadas com um tecido especial, que barra grande parte dos raios nocivos à pele. Para comercializar o produto, ele se formalizou em Natal, Rio Grande do Norte, como Microempreendedor Individual. Gustavo fala sobre as vantagens da formalização. “Eu fechei uma produção piloto para a polícia militar aqui do Rio Grande do Norte, para o batalhão que trabalha na área de praia. Então isso é possível porque tive o meu CNPJ e assim posso negociar com o governo. A questão do frete também é muito importante pra trazer o tecido para Natal. Estava pagando muito caro e agora tenho oportunidade de trazer com condições bem mais em conta através de transportadoras credenciadas”. Gustavo compra os tecidos em São Paulo (Programa Minuto Sebrae 996)

    Microempreendedor de Natal investe na produção de roupas com proteção solar

  • O mercado de franquia tem crescido muito nos últimos anos. Segundo a Associação Brasileira de Franchising, o faturamento global passou de R$ 29 bilhões, em 2003, para R$127 bilhões, em 2014. O analista do Sebrae Ricardo Villela dá algumas dicas pra quem quer investir nesse modelo de negócio.“Ele precisa conhecer outros franqueados da mesma marca, pra que ele possa ter a opinião do franqueado. A partir daí ele deve procurar conhecer com detalhes a sua própria situação, se ele já tem uma definição de cidade, verificar se não existem outras franquias dessa mesma marca nas proximidades. Ele tem que ter um conhecimento profundo do contrato antes dele tomar qualquer tipo de decisão”. informa. Mais informações sobre franquia no portal www.sebrae.com.br (Programa Minuto Sebrae 995).

    Sebrae dá dicas a quem pretende atuar no mercado de franquias

Confira acervo completo