Economia

Conhecimento é o caminho para vencer os desafios no país

Presidente do Sebrae, Carlos Melles, participou, nesta quarta-feira, da abertura do seminário Alimento e Sociedade, onde o principal tema foi a pesquisa no setor de alimentos e agronegócio

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, ressaltou nesta quarta-feira (27), durante o seminário Alimento e Sociedade – Estado Geral da Alimentação no Brasil, que o conhecimento é o principal caminho para vencer os desafios enfrentados pelo país, principalmente no agronegócio. No evento, que tem como objetivo colaborar com a atualização da visão de Estado para a cadeia produtiva do alimento no Brasil, foram lançados quatro livros que abordam temas como a agricultura, alimentação, biomas e a história do segmento. O seminário foi organizado pelo Fórum do Futuro e Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), órgão ligado à Organizações dos Estados Americanos (OEA). 

O presidente do Sebrae teve um artigo publicado no livro “O Terceiro salto – A história dos brasileiros que fizeram o futuro chegar”, de Fernando Barros e Yoko Teles, um dos quatro lançados no evento. No artigo, o presidente do Sebrae lembra alguns momentos da sua trajetória no setor, principalmente no período em que foi pesquisador da Embrapa. “Com pesquisa, conseguimos conter a crise que se instaurou principalmente em Minas Gerais e no Espírito Santo, nas décadas de 1970 e 1980. Chegava ao Brasil, a ferrugem, praga mais séria do café. Esse fungo consumia nosso verde, nossa esperança e nossas oportunidades de crescimento econômico”, relata Carlos Melles.

Em seu pronunciamento, Melles voltou a defender a pesquisa como principal meio para o desenvolvimento do setor de agronegócios do país. “O que nós fizemos foi vencer os desafios e devemos apostar sempre no conhecimento, e isso o Sebrae sabe fazer e somos um grande parceiro do Brasil”, destacou. Além do livro de Fernando Barros, foram lançados “Biomas e agricultura – oportunidades e desafios”, organizado por Evaldo Vilela, Geraldo Magela Callegaro e Geraldo Fernandes; “Geopolítica do alimento”, da Embrapa, e “O colapso dos ecossistemas no Brasil: uma perspectiva histórica”, do ex-ministro Paulo Hadad.

Além de debater caminhos para a organização da pesquisa agroalimentar, o seminário, que se estende até esta quinta-feira (28), tem como meta aproximar o conhecimento científico da visão estratégica do país e das expectativas de empresas, produtores e consumidores finais. Nos dois dias de programação, representantes dos setores público e privado vão debater a construção do diálogo e da produção social de sentido da cadeia agroalimentar diante da cidadania e, por conseguinte, promover a inserção do setor no projeto brasileiro de sociedade. “Temos um desafio pela frente, que é encontrar uma forma de produzir nossos alimentos”, observou Rafael Zavala, representante no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). O evento contou ainda com as presenças da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, do ex-ministro Alysson Paulinelli, que preside o Fórum do Futuro, além dos reitores das universidades de Lavras, em Minas Gerais, e pesquisadores.


Assessoria de Imprensa Sebrae
Telefone (61) 3348-7570 / (61) 3348-7754 / (61) 3348-7161