Qualificação

Cursos do Sebrae via Whatsapp alcançam a marca de 10 mil inscrições por semana

Com o sucesso da iniciativa, o objetivo da instituição é levar o conteúdo a outros aplicativos de mensagens até o final do mês

Com uma média de 10 mil novas inscrições por semana, a plataforma de cursos do Sebrae via Whatsapp lançada em janeiro, superou todas as expectativas da instituição. São 15 cursos de EaD que podem ser integralmente feitos por meio do aplicativo de mensagem. A iniciativa, inédita no país, leva a donos de pequenos negócios e potenciais empresários uma oportunidade rápida e gratuita de qualificação.

De acordo com o gerente nacional de Soluções do Sebrae, Diego Demétrio, os conteúdos mais procurados pelos participantes até o momento foram os cursos de Marketing digital, Controle de Movimentação Financeira, Empreendedor de Sucesso, Planeje suas Metas e Resultados, além do curso de Formação de Preço para o meu Tipo de Negócio. Segundo Diego, o sucesso dessa iniciativa tem por traz de si uma inteligência artificial que levou três anos para ser desenvolvida. “Há um trabalho de design instrucional que busca – automaticamente – aumentar o nível de engajamento dos participantes, com o envio de mensagens que estimulam a conclusão do conteúdo programático”, ressalta o gerente.

Os próximos passos da instituição são levar, até o final de fevereiro, os cursos a todos os aplicativos de mensagem e incorporar os conteúdos de áudio. Diego Demétrio lembra que o público-alvo dos cursos são primordialmente os potenciais empreendedores e os Microempreendedores Individuais (MEI). Os participantes têm a oportunidade de acessar esse conteúdo de modo rápido, em qualquer lugar.

Os cursos são elaborados em um formato de “pílulas” que são facilmente compreendidas e abrem o caminho para a trilha de aprendizagem. “A ideia é instigar o aluno a continuar fazendo outros cursos na plataforma (que podem ser feitos de modo simultâneo) e aprofundarem seus conhecimentos nas outras modalidades de cursos disponibilizados pela instituição”, comenta Diego. Os estados com o maior volume de inscritos são: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Ceará.