No dia 14

Desafios para internacionalização de startups serão tema de debate

Evento no Sebrae usará modelo inovador de discussão para construir um diagnóstico de oportunidades

Brasília - Os desafios e caminhos para levar startups brasileiras a se estabelecerem em outros países serão debatidos no I Workshop de Internacionalização de Startups, na próxima segunda-feira (14), na sede do Sebrae, em Brasília. A atualidade do tema vai combinar com o formato diferente do evento: as discussões envolverão todos os participantes em fishbowl, uma roda de cadeiras com cinco poltronas ao centro, na qual cada participante pode se sentar e opinar sobre o assunto, a partir de perguntas estratégicas sobre o tema. Uma das poltronas centrais deve estar sempre à disposição da plateia e toda a discussão é anotada e gravada. Participarão do encontro instituições públicas de apoio ao comércio e exportação e técnicos especializados na área. 

“A colaboração é uma forma de identificar as melhores ideias na busca das soluções eficazes para inserção das startups no mercado internacional. E um tema como internacionalização de startups precisa ser pensado de forma inovadora”, assinala a diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes. Ela abrirá o evento, ao lado de Igor Manhães Nazareth, diretor do Departamento de Inovação e Empreendedorismo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), e Marcia Nejaim, diretora de Negócios da Agência Brasileira de Promoção das Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). 

O fishbowl fecha a etapa matinal do evento, que na parte da tarde terá apresentação de startups convidadas para contar suas experiências de internacionalização. A partir das ideias e discussões ao longo do dia, os participantes se reunirão para compreender quais os gargalos enfrentados pelas startups no processo de internacionalização. Juntos, vão elaborar um diagnóstico de oportunidades para a atuação integrada das instituições envolvidas – além de Sebrae, MDIC e Apex, a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e o Ministério das Relações Exteriores estão envolvidos na iniciativa. 

Os pequenos negócios representam 1,03% do total do valor exportado pelo Brasil e 61% das empresas exportadoras, segundo estudo do Sebrae elaborado pela Funcex. Em todo o país, o Sebrae promove e integra iniciativas voltadas para as startups, como o programa de pré-aceleração Inovativa Brasil, em parceria com o MDIC, e a ação de desenvolvimento de startups Sebrae Like a Boss. Paralelamente, a internacionalização também é prioridade. Além do projeto Simples Internacional – série de medidas para facilitar a exportação pelas micro e pequenas empresas – a instituição dialoga com órgãos anuentes para melhorar o acesso dos pequenos negócios ao mercado exterior. Entre outras iniciativas, assinou convênios com o BID para a gestão da plataforma Connect Americas, e com a Apex, para ações conjuntas na promoção e preparação dos pequenos negócios para o comércio internacional. 

Mais informações:

Assessoria de Imprensa Sebrae

(61) 2107-9117/9118

imprensa@sebrae.com.br


Para empreendedores

Central de Relacionamento Sebrae

0800 570 0800

 

 

Tags: InovAtiva, Sebrae Like a Boss