Crab

Exposição traz manifestações culturais brasileiras

Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro inaugura no dia 20 mostra Festa Brasileira: fantasia feita à mão

Fachada do CRAB, no Rio de Janeiro.Brasília - A diversidade e a riqueza das festas populares são foco da exposição Festa Brasileira: fantasia feita à mão, que será aberta para convidados no dia 20 de junho, no Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (Crab), no Rio de Janeiro, e para o público em geral a partir do dia 21. A mostra, que ficará em cartaz até 28 de outubro, é composta por coleções de máscaras, adereços, estandartes, roupas típicas, peças e instrumentos musicais confeccionados por artesãos e usados em diversas manifestações culturais de Norte a Sul do país. O público também encontrará espaços interativos e videoinstalações. A entrada é franca.   

A exposição ocupará todo o primeiro andar do Crab, instalado estrategicamente em um conjunto de três prédios do século 18, em plena Praça Tiradentes, no Centro do Rio de Janeiro. A região integra o roteiro artístico e turístico da cidade. Ao todo, nove ambientes distintos serão ocupados com as peças selecionadas pela curadoria do antropólogo e museólogo Raul Lody e do jornalista e ex-secretário de Cultura e Esportes do Estado do Rio de Janeiro, Leonel Kaz. A concepção visual é assinada pelo designer Jair de Souza. 

Para o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, o Centro é uma vitrine para o mundo. “O Rio de Janeiro é o principal cartão postal do país e o Crab precisa ser incluído neste roteiro turístico. A arte que é feita em cada canto do Brasil, agora, tem um ponto de exposição, que reúne fluxo de turistas e consumidores”, afirma. 

Ao entrar na mostra, o público vai se deparar com saudações, estampadas em estandartes pendurados no teto e paredes forradas com tecidos de chita, com a sua padronagem ampliada em até 12 vezes para ressaltar a exuberância das peças. Na sequência, haverá uma videoinstalação, em um ambiente com paredes espelhadas (Sala dos Espelhos) que vão receber projeções de fotografias de Rogério Reis, pertencentes à série Na lona, produzidas entre 1987 e 2001. 

A próxima sala (Festa Feita à Mão) reunirá peças criadas por artesãos pertencentes a importantes coleções privadas. Além de obras raras, o público poderá conferir a representação de diversas festas, da Dança do Pau-de-Fita (ou Trança), em Santa Catarina, às variações de Bumba Meu Boi, presente em vários estados, além das diversas manifestações do Divino Espírito Santo (MG, SP e GO), entre outras. 

Na sala Máscaras da Fantasia 1, o público verá peças ligadas a ritos. Alguns exemplos são as figuras das manifestações populares do Bumba Meu Boi de Alagoas e do Maranhão; do povo indígena do Parque Nacional do Xingu, no Mato Grosso; e das Cavalhadas realizadas em Goiás. Dando sequência, haverá a sala Máscaras da Fantasia 2, dedicada a indumentárias. Entre as roupas estão, por exemplo, o manto do Caboclo de Lança, do Maracatu Rural de Pernambuco; vestidos das baianas da Festa do Bonfim; e da congada de Minas Gerais. 

Expressão 

Heloisa Menezes, diretora técnica do Sebrae, observa que a exposição coloca em foco “as diferentes formas de expressão que unem o homem à sua imaginação e por meio de suas festas as transformam no mais genuíno artesanato, criando objetos de grande força dramática, autênticos representantes da cultura e da criatividade brasileira”. 

Seguindo o roteiro, há o Barracão, dedicado a uma videoinstalação formada por uma parede coberta por 56 mil discos metálicos lembrando lantejoulas, onde haverá uma multiprojeção de cinco minutos do filme inédito O Próximo Samba, de Marcelo Lavandoski. As filmagens foram no barracão da Escola de Samba Mangueira, durante oito meses. Logo depois, virá a sala“Batucada Digital, que destacará a importância da música e instrumentos artesanais de percussão, com experiências digitais e interativas. Em outra sala (Entre nessa Festa), o público será convidado a fazer seu retrato com celular dentro de uma das 100 imagens com cenas do Carnaval de 2017, feitas especialmente para a exposição por fotógrafos do coletivo Folia de Imagens, do Rio de Janeiro. O último espaço de visitação é a Loja do CRAB, onde estarão várias peças artesanais de várias regiões do País, de modo a valorizar a cadeia produtiva das festas brasileiras. 

A visita à exposição poderá ser feita com uma máscara inspirada na figura do boi, um ícone de festividades populares no Brasil. O adereço poderá ser retirado na entrada da exposição, e levado para casa como lembrança da visita.

 

Exposição Festa Brasileira: Fantasia Feita à Mão

Abertura: 20 de junho de 2017, às 19h

Visitação pública: 21 de junho a 28 de outubro de 2017

CRAB – Centro SEBRAE de Referência do Artesanato Brasileiro

Praça Tiradentes, 69, Rio de Janeiro

Terça a sábado, das 10h às 17h

Telefone: (21) 3380.1855

 

Mais informações:

Assessoria de Imprensa Sebrae

(61) 2107-9117/9118

imprensa@sebrae.com.br


Para empreendedores

Central de Relacionamento Sebrae

0800 570 0800

 

Tags: artesanato brasileiro, cultura, cultura empreendedora, CRAB, Centro de Referência do Artesanato, artesanato