Inovação

Startups ganhadoras do Edital de Inovação criam projetos de compras diferenciadas para Grupo Malwee

As empresas Kaztor e Prepi, sediadas em João Pessoa e Recife, respectivamente, apresentaram propostas de nova gestão de negócios digitais para a varejista

Duas startups do Nordeste foram as vencedoras do Edital de Inovação para a indústria, uma parceria entre o Sebrae, Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Sesi (Serviço Social da Indústria) e o Grupo Malwee. A Kaztor e Prepi receberão até R$ 150 mil para desenvolver suas propostas, que são ferramentas digitais que oferecem experiências de compras e vendas diferenciadas ao consumidor e soluções para a gestão de negócios. A escolha dos projetos foi feita por uma banca de diretores da empresa durante o 8º Congresso de Inovação da Indústria, realizado em São Paulo.

A Kaztor apresentou o Showkase, uma plataforma inovadora que ajuda empresários do varejo a anunciar produtos em promoção e ganhar competitividade por meio da Internet, atraindo os consumidores online para dentro da loja física. “É uma plataforma que antes só era voltada para o segmento da construção civil, mas conseguimos estender para outras áreas”, conta o fundador da empresa, Jefferson Araújo Alves. “O Sebrae foi um parceiro essencial, sem ele não teríamos conseguido chegar até aqui”, explica o empresário, contando que tudo começou com o programa de pré-aceleração StartPB, que o ajudou a ter mais conhecimento e em seguida o Edital Sebrae de Inovação, que possibilitou a construção da plataforma. “Para nós, ter o nosso projeto escolhido para receber R$ 150 mil do Grupo Malwee representa um marco em nossa trajetória e mostra que estamos indo no caminho certo”, acrescenta.

A outra ferramenta escolhida para facilitar as vendas da Malwee foi o Prepi, um aplicativo que integra as lojas virtuais às redes sociais dos clientes. “Integramos o e-commerce para o varejista ao Instagram e WhatsApp, tudo é feito por meio da mesma ferramenta. As publicações vão para todas as redes ao mesmo tempo e isso facilita muito para quem vende por meios digitais”, explica Bruno Filho, um dos fundadores da startup Prepi. “Foi simplesmente sensacional sermos escolhidos pelo Grupo Malwee, é uma sensação de recompensa muito grande para nosso trabalho e ser reconhecido por uma grande marca é motivador, tanto para a nossa equipe, quanto para nosso negócio, pois é sinal que estamos fazendo algo que faz sentido para o mercado”, destaca Bruno Filho.

Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, a instituição vem cumprindo nos últimos anos um papel estratégico para a promoção da inovação entre os pequenos negócios. “Nesse momento em que o país está focado em resolver o problema do desemprego, o aumento da competitividade e produtividade das empresas se torna fundamental para a geração de mais postos de trabalho. O trabalho do Sebrae, por meio de diversas parcerias e instrumentos como os editais de inovação, tem contribuído para facilitar o acesso dos pequenos negócios essas soluções”, destaca Melles.

Segundo o gestor de Inovação do Grupo Malwee, Illan Sztejnman, as startups vencedoras mostraram melhor aderência ao edital e desafios propostos, sinergia com as estratégias e iniciativas em andamento na empresa. “O Grupo Malwee vem atuando de forma ativa no ecossistema de inovação. Isso só é possível porque temos um plano estratégico bem estruturado, uma liderança comprometida e parcerias como o Sebrae e Senai. Sabemos que o modelo de inovação é uma das principais ferramentas para a identificação de soluções com potencial de transformação, tanto para o nosso negócio, quanto de nossos lojistas. Por isso, o nosso board de diretores, incluindo o CEO, se envolveram na seleção das startups e contribuíram com os feedbacks para os empreendedores. Ficamos muito satisfeitos com a conclusão dessa etapa e estamos ansiosos para desenvolver as soluções em conjunto”, esclarece Sztejnman.

 

 

 

 

Assessoria de Imprensa Sebrae
Telefone (61) 3348-7570 / (61) 3348-7754