Negócio próprio

Sebrae apresenta Ideias de Negócios para interessados em empreender

Para apoiar os potenciais empresários, o Sebrae disponibiliza mais de 400 ideias de negócios, com conteúdo voltado para quem planeja abrir uma empresa ou se tornar um Microempreendedor Individual (MEI)

No ano passado, pessoas do mundo inteiro tiveram que adiar sonhos por causa da pandemia da Covid-19. Não foi fácil cancelar aquela viagem tão esperada, reunir os amigos virtualmente para comemorar o aniversário e até mesmo, adiar o sonho de empreender, abrindo o próprio negócio diante de tanta incerteza. Mesmo com a pandemia, a expectativa é que muitas novas micro e pequenas empresas possam surgir neste ano de 2021, tendo em vista que o empreendedorismo é uma das alternativas encontradas como fonte de trabalho e renda em momentos de crise.

Para apoiar os potenciais empresários, o Sebrae disponibiliza mais de 400 ideias de negócios, com conteúdo voltado para quem planeja abrir uma microempresa ou empresa de pequeno porte ou tornar-se um Microempreendedor Individual (MEI), neste ano.  Em 2020, o canal “Ideias de Negócios”, do Portal Sebrae, continuou sendo uma das sessões mais visitadas por interessados em empreender em atividades que apresentam viabilidade no mercado competitivo e que possam garantir um retorno financeiro satisfatório.

O Sebrae identificou os 26 negócios mais pesquisados na página. Entre eles destacam-se: distribuidora de bebidas, pet shop, escritório de consultoria, frete e transporte de pequenas cargas, loja de produtos naturais, centro de estética, loja de cosméticos e perfumaria, hamburgueria, produção de alimentos congelados, padaria e fornecedor de refeições em marmita.  Nesses conteúdos especiais, o futuro empreendedor facilmente pode encontrar diversas informações organizadas por tópicos como: visão geral do mercado, estrutura necessária, dicas, investimentos e custos, equipamentos, pessoal, exigências legais e específicas, localização, entre outras.

Na contramão da crise instalada com a pandemia no ano passado, o jovem empreendedor Marcell Cunha pesquisou e estruturou um negócio num momento em que muitos empresários fechavam as portas. Marcell abriu na capital o Hambúrguer de Ponta, uma operação que funciona sob o sistema de entregas e tem como atrativo a cultura potiguar e as memórias afetivas do natalense. O cardápio reúne uma variedade de hambúrgueres gourmet que tem nomes, como ‘Blend de Ponta’ e ‘Escalada do Careca’, remetendo à famosa Praia de Ponta Negra e seu famoso atrativo turístico, o Morro do Careca.

O analista técnico do Sebrae no Rio Grande do Norte, Paulo Ricardo Bezerra, ressalta a importância do empreendedor desenvolver um produto ou serviço que atenda a necessidade do cliente. “É importante ser algo novo, que atenda um nicho de mercado e tenha potencial de gerar lucro. E, ressalto, que diante de uma ideia de negócios, é importante que ela seja validada por meio de uma pesquisa de mercado junto ao público-alvo do negócio, conversa com especialistas do segmento em que pretende atuar e experimentação do produto ou serviço”, recomenda.

Especialista em pesquisa de mercado e Doutor em Engenharia de Produção, o estatístico Paulo Ricardo adverte que a não validação da ideia poderá gerar problemas, como o desperdício de recursos financeiros em um negócio que pode se mostrar inviável no futuro. “O empreendedor poderá demorar para descobrir que a sua ideia não tem mercado e ainda sofrer uma frustração, que é o pior efeito da falta de validação. Ou seja, o empreendedor fica sem saber se o produto ou serviço é viável ou não”, complementa.