Empreendedorismo Feminino

Prêmio Sebrae Mulher de Negócios reconhece as melhores empreendedoras na etapa nacional

Foram premiados os melhores relatos nas categorias produtora rural, MEI e pequeno negócio

O Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, etapa nacional, foi entregue nesta segunda-feira (13/10), em reconhecimento às melhores histórias inspiradoras de mulheres que empreendem em todo o país. Foram, ao todo, mais de 3600 inscritas, que enviaram relatos de sucesso à frente de pequenos negócios. Dessas, foram selecionadas as finalistas de cada estado, que concorreram à etapa do final do prêmio, divididas nas categorias produtora rural, microempreendedora individual (MEI) e pequeno negócio.

A diretora de Gestão e Solução do Sebrae no DF, Cassiana Abritta, abriu o evento lembrando a missão da instituição em promover o empoderamento feminino e, consequentemente, o desenvolvimento econômico e a geração de empregos. “Nós já tivemos grandes conquistas, mas sabemos que ainda há muitos desafios pela frente. Cada finalista que está aqui hoje já é uma vencedora e inspira tantas outras mulheres a buscarem ser, também, protagonistas de suas próprias histórias”, afirma.

O evento foi realizado dentro da programação da XXIX Convenção da Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil (CONFAM), promovida pela BPW Brasília para a discussão do papel da mulher na transformação do mundo. Segundo a presidente da BPW Brasil, Eunice Cruz, o reconhecimento do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios é resultado de muito esforço de cada finalista. “Imagino quantas lágrimas, lutas e desafios essas mulheres tiveram que enfrentar. Elas venceram batalhas dentro de suas famílias, comunidades e com a concorrência. Hoje estão aqui para servir de inspiração para que outras também sigam o mesmo caminho”, destacou.

A gerente de projetos da ONU Mulheres Brasil, Ana Carolina Querino, lembrou que empreender é direito de toda mulher e que o mundo perde muito ao não incluí-la nas atividades econômicas. Ela destaca que, caso houvesse igualdade de gênero no mercado, até 2025, haveria um aumento de 28 trilhões de dólares no PIB global. “Reconhecer as histórias por meio desse prêmio é uma maneira de difundir mais as conquistas maravilhosas que as nossas mulheres empreendedoras estão realizando”, explica.

A diretora técnica do Sebrae no Mato Grosso do Sul, Maristela França, comandou um talkshow com a presença de finalistas do prêmio em edições passadas. Os principais assuntos abordados foram superação de desafios, profissionalização da mulher empreendedora e acesso ao mercado. “Os homens precisam entender que as mulheres não estão tentando roubar o lugar deles. Estamos ocupando um lugar que o mundo está pedindo, em decorrência de uma crise humana e de princípios”, pondera.

O DF foi representado no evento, na categoria MEI, pela empreendedora Luiza Galvão, da Brauny’s Doce Sabor. Para ela, a parceria com o Sebrae no DF é a certeza de que está no caminho certo. “O prêmio vem corroborar o que muito esforço e dedicação têm trazido para o meu empreendimento. A perspectiva agora é só de crescimento, profissionalização e muito sucesso”.

Na categoria pequeno negócio, a finalista no DF foi a Bolos da Vovó, representada pela empreendedora Marisperc de Souza Lima. “Ganhar a etapa regional e ser representante aqui hoje no nacional é a consagração que vem de um trabalho desenvolvido com muita organização, planejamento e foco nos objetivos. A parceria do Sebrae no DF me deu a certeza de que nós, mulheres, juntas somos mais fortes”.

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no DF, Luís Afonso Bermúdez, entregou o troféu de melhor pequeno negócio à vencedora na categoria prata. Ele lembrou que a premiação só é possível, também, graças ao esforço de todos os colaboradores do Sistema Sebrae. “São esses profissionais os responsáveis em dar todo apoio às micro e pequenas empreendedoras de todo o país, para que possam crescer e, agora, receber essa homenagem”.

A baiana Maria Aparecida Damasceno, da Pousada Pedra Torta, foi a grande vencedora como melhor pequeno negócio, categoria ouro e dedicou o prêmio ao marido. “Costumam dizer que por trás de todo grande homem existe uma grande mulher. Mas hoje é o contrário, eu digo que sou uma vencedora porque ele me deu todo o apoio”, declarou.

Confira a lista completa das vencedoras da etapa nacional:

Categoria: Pequenos Negócios

Ouro

Empreendedora: Maria Aparecida Damasceno Aguilar

Empresa: Pousada Pedra Torta

UF: Bahia

 

Prata

Empreendedora: Adriana Helena Araujo Fernandes

Empresa: Mandala Comidas Especiais

UF: São Paulo

 

Bronze

Empreendedora: Francielli Scharnovski Gonçalves

Empresa: Eu magro|Programa Personlaizado

UF: Paraná

 

Categoria: Microempreendedora Individual

Ouro

Empreendedora: Ana Cristina da Silva Mendes Huber

Empresa: Huber Assessoria Esportiva

UF:  Santa Catarina

 

Prata

Empreendedora: Zenaide Alves dos Santos

Empresa: Zenaide Curso de Corte e Costura

UF: Espírito Santo

 

Bronze

Empreendedora: Jordana Kelly Donizetti

Empresa: Manifesto Pin up

UF: São Paulo

 

Categoria: Produtora Rural

Ouro

Empreendedora:  Elizabeth Costa Sousa Santos

Empresa:  Fazenda W.A.

UF: Tocantins

 

Prata

Empreendedora: Marisa Helena Souza Contreras

Empresa: Fazenda Capoeira Coffee

UF: Minas Gerais

 

Bronze

Empreendedora: Marcilene Lusia Barbosa

Empresa: Artesanato Marcilene

UF: Piauí

 

Mais Informações:

Assessoria de Imprensa Sebrae

(61) 3348-7754/7570

imprensa@sebrae.com.br

Para empreendedores:

Central de Relacionamento Sebrae

0800 570 0800

 

 

 

 

 

 

 

Tags: Especial Mulher Empresária, Prêmio Sebrae Mulher de Negócios