Inovação

Porto Digital, em Recife, atrai negócios com empreendedorismo

Melles e Carlos Da Costa visitam centro tecnológico, localizado na parte histórica da capital pernambucana, considerado um dos maiores do Brasil

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, visitou nesta quinta-feira (5) o Porto Digital, um dos maiores centro tecnológico do país, 328 empresas de várias partes do Brasil e do exterior. Acompanhado pelo secretário especial de Produtividade, Trabalho e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, Melles conheceu diversos projetos que são desenvolvidos no local, onde está sendo desenvolvido o sistema de segurança cibernética da olímpiada de Tóquio, em 2020. O Sebrae mantém parceria com o Porto Digital, como na realização do Rec n´ play, um evento anual de inovação, realizado no centro de Recife, envolvendo pessoas do segmento.

“A meta é atrair novas empresas e fomentar o empreendedorismo e o relacionamento com novos ambientes”, explicou o presidente do Porto Digital, Pierre Lucena. “Nós já temos parceria, mas estamos prontos a desenvolver novos projetos”, afirmou Melles, explicando que a instituição já tem trabalhos voltados para ações de educação a distância (EAD) com empresas instaladas no local. Além disso o Sebrae em Pernambuco tem programas, soluções e mentorias de apoio às startups, como o Mind The Bizz, de formação empreendedora de negócios com viés inovador, desenvolvido com o Porto Digital, e o Pigs, que é a plataforma de geração de startups nascentes de problemas reais de ecossistemas clássicos de negócios.

A parceria foi incentivada pelo secretário Carlos Da Costa, que acentuou que o Sebrae poderá ser um dos principais incentivadores do processo de transformação dos pequenos negócios. “Se o Sebrae conseguir fazer um processo de inovação para as micro e pequenas empresas, vamos transformar um país inteiro”, observou o secretário, durante a visita ao Porto Digital, que está instalado no centro histórico do Bairro do Recife e nos bairro de Santo Amaro, Santo Antônio e São José, totalizando uma área de 171 hectares, A região, antes degradada e de pouca importância para a economia local, vem sendo requalificada de forma acelerada em termos urbanísticos, imobiliários e de recuperação do patrimônio histórico.

 

 

Assessoria de Imprensa Sebrae
Telefone (61) 3348-7570 / (61) 3348-7754