Óleo e gás

Tecnologia mais eficiente do mundo criada por startup brasileira é destaque na OTC

Pequena empresa que ganhou projeção internacional com suporte do Sebrae ganha espaço na maior conferência do setor de óleo e gás, no Rio de Janeiro

O absorvedor de petróleo mais eficiente do mundo – de acordo com o conceituado Instituto Cedre (França), foi criado por startup brasileira que expõe sua solução na OTC, um dos mais importantes eventos da indústria de petróleo e gás na América Latina, realizado no Rio de Janeiro. A Biosolvit, que foi alavancada por meio de programas do Sebrae, é uma das expositoras selecionadas no estande do Sebrae RJ na conferência. O 2º dia do evento foi marcado também por grande rodada de negócios, que envolveu 17 empresas âncoras e mais de 100 representantes de micro e pequenas empresas.

A empresa brasileira apoiada pelo Sebrae desde 2017 desenvolve biotecnologia aplicada ao desenvolvimento de novos materiais, utilizando resíduos de lavouras e até dejetos industriais para criar novos materiais. O produto que projetou a Biosolvit é o absorvedor de óleos e derivados, considerada a solução mais eficiente do mundo para absorção de petróleo. Em maio, foi reconhecida como uma das melhores startups do mundo durante a premiação Startup World Cup Global Pitch Competition & Conference.

Guilhermo Queiroz, CEO e fundador da Biosolvit, conta a experiência com o Prointer Biotec, programa desenvolvido pelo Sebrae RJ para a internacionalização de empresas, entre outras iniciativas, como o Inovativa. “Nossa história está toda conectada com o Sebrae, que nos ajudou de muitas formas: na estruturação como startup, nas conexões com empresas e com o mercado, na participação em grandes eventos”, explica Queiroz. As demais empresas expositoras no stand do Sebrae RJ são: Albatech, Zarpa Serviços, BR2W Soluções, DR1 Imagens e Grattano EPI, EPC, Extintores e Mangueiras.

A onda de negócios fomentada pelo pré-sal, que é o segundo maior polo de exploração offshore do mundo, deve fomentar toda a cadeia produtiva do petróleo e gás, aponta Sérgio Malta, diretor de Desenvolvimento do Sebrae RJ. “A indústria do petróleo passou por um período muito frágil nos últimos anos, mas agora está retomando de maneira formidável e isso vai produzir muitos negócios para as micro e pequenas empresas no Brasil”, detalhou Malta.

Rodada de Negócios

Dezenas de negócios foram potencializados durante a rodada de negócios realizada pelo Sebrae nesta quarta-feira (30) na OTC. A atividade reuniu mais de 107 empresas de pequeno porte para a troca de experiências e oportunidades. Nas mesas de negociação, estavam as âncoras Subsea 7, Transpetro, Enseada, Modec, Enseada, Concremat, GNA, Nov Flexibles, Estaleiro Brasfels, Maersk, Naval Group, Equinor e Schlumberger.

Michelle Al Hage, gerente comercial da Uniflex, demonstrou satisfação em sua 1ª rodada de negócios: “Estamos encantados com o formato e com a qualidade da rodada. Foram os 15 minutos mais produtivos nos nossos negócios para estreitarmos relacionamento para uma futura parceria. O Sebrae está parabéns pela iniciativa, acolhimento e pelos ancoras selecionados. Já o veterano Ricardo dos Santos, diretor comercial da DR1 Imagens, ressaltou a chance de criar relacionamento direto com grandes e potenciais clientes: “Todas as nossas participações em rodadas foram muito promissoras”.

Por sua vez, Alice Moreira, gerente comercial da Girassol Apoio Marítimo, se mostrou surpresa com a qualidade dos âncoras e elogiou a ação do Sebrae. “O mais gratificante é voltar para uma rodada e perceber que alguns âncoras já se tornaram nossos clientes”, disse Alice. A programação do Sebrae na OTC continua nesta quinta-feira (31) de outubro, com destaque para a Arena de Inovação ONIP, que será montada por meio de parceria entre Sebrae e Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP‎) e Firjan.

Inteligência de mercado

O Sebrae está presente na OTC com estande institucional, onde foi oficialmente apresentado o Projeto PetroSebrae, portal de inteligência de mercado que está sendo desenvolvido para a cadeia de petróleo e gás. Durante a conferência, o Sebrae recebe sugestões de futuros clientes - empresas de todos os portes e instituições – para a construção da nova plataforma, que será um espaço atualizado e dinâmico sobre o setor, com informações que agregarão valor à tomada de decisão do empresariado e de instituições.