Avanço

Design brasileiro vai padronizar termos

Comissão formada por representantes de instituições, empresários e contratantes de serviços elabora ainda boas práticas no setor

Brasília - Termos comumente usados pelos profissionais de design serão, em breve, padronizados. A Comissão de Estudos de Serviços de Design reuniu, em 2015, pouco mais de 50 profissionais e estudiosos da área que colaboraram para a elaboração da Norma de Terminologia em Serviços de Design. O documento deve entrar em consulta pública no fim de abril, no site da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

A mesma comissão, que possui membros de ABNT, Sebrae, empresários, instituições de ensino e contratantes de serviços, está trabalhando ainda em outra norma, a de Diretrizes para Boas Práticas em Serviços de Design. “A comissão atua para organizar o mercado de design e padronizar os serviços, suas entregas e expectativas dos clientes”, afirma o coordenador da comissão, Alexandre Guedes Mussnich, empresário do setor de design.

É a primeira vez que profissionais e estudiosos do tema se reúnem, com aval e reconhecimento da ABNT, em prol da normatização tanto de termos quanto de boas práticas. “A criação dessas normas é uma oportunidade única de desenvolvimento para o setor e o país”, comenta Elsie Quintaes, analista de Acesso à Inovação e Tecnologia do Sebrae.

Mussnich destaca que diversos países usam e mensuram a normalização de termos, com resultados positivos. “Grã-Bretanha, Canadá, Estados Unidos, Austrália e Alemanha podem ser citados como referência em avanços conquistados após estabelecerem essas normas”, afirmou.

Mais informações:
Assessoria de Imprensa Sebrae
(61) 3243-7851
(61) 3243-7852
(61) 2104-2770
imprensa@sebrae.com.br 

Tags: Economia criativa, design, normas