Cascavel

Encontro debate incentivo ao empreendedorismo nas universidades

Programa Educação Empreendedores reuniu docentes de núcleos de inovação nos Territórios Oeste e Cantuquiriguaçu

Os educadores reconhecem. Por muito tempo os bancos universitários estiveram pautados, quase que exclusivamente, no preparo acadêmico sem despertar os anseios empreendedores. Observando um novo modelo de mercado e a necessidade de criar mecanismos para empreender, universidades de toda a região oeste do Paraná estão focadas no Programa de Educação Empreendedora. 

No último dia 8 de dezembro, professores de instituições de Ensino Superior, diretores de campus, coordenadores de cursos e de núcleos de inovação se reuniram em Cascavel, na sede do Escritório Regional do Sebrae/PR, para o II Simpósio de Educação Empreendedora. 

O encontro esteve pautado na inovação, no empreendedorismo e nos mecanismos que estas ferramentas podem oferecer para fomentar o surgimento de novos negócios a partir do impulso dado dentro das universidades. 

O objetivo foi, segundo a consultora do Sebrae/PR, Nara Pick, compartilhar experiências da missão internacional realizada nos Estados Unidos, conhecendo boas práticas do ecossistema empreendedor de universidades norte-americanas e discutir alternativas para otimizar o ecossistema do empreendedor regional com base nestas experiências. 

Para o diretor da PUC/PR campus de Toledo, Renato Trach, parte das experiências vividas por regiões avançadas na inovação, como o Vale do Silício, nos Estados Unidos, por exemplo, são essenciais para aplicação à metodologia do ensino no Brasil. O educador lembra que 60% das atividades profissionais em 2030 ainda não existem, nem foram pensados, enquanto 45% dos ativos hoje deixarão de existir. 

“Por isso, o empreendedorismo é uma grande ferramenta para trabalhar, ver o outro lado das coisas e desenvolvê-las. Segundo o Fórum Econômico Mundial, a grande dificuldade está na resolução de problemas complexos porque hoje está tudo muito fácil e não precisa pensar muito. O grande desafio dos profissionais para este futuro próximo está na criatividade.  Não podemos pensar no nosso aluno para o ano de 2017 ou 2018, temos a obrigação de projetá-lo para 2030 quando estiverem no auge do seu trabalho”, ponderou. 

Para a consultora do Sebrae/PR, Nara Pick, o desafio está em quebrar barreiras tradicionais. “Antes as universidades eram apenas um celeiro de conhecimento e isso funcionou bem por um tempo. Agora, precisa participar do processo de inovação para desenvolver territórios, como o caso do Oeste e do Cantuquiriguaçu. Eles não são somente compostos por empreendedores, precisam do apoio e do envolvimento do governo, das empresas e da academia que é onde vai surgir o conhecimento técnico, além das boas experiências já vividas em outros lugares do ecossistema”, contou.

Observando esta rede de desenvolvimento, o Sebrae/PR já publicou dois editais onde foram firmados convênios com quatro universidades da região oeste, três privadas – PUC/Toledo, Unipar/Toledo e FAG/Cascavel, e uma da área pública, a UFPR/Palotina. As demais instituições de ensino superior da região aparecem como parceiras. 

Modelo internacional

Para a professora Luciana Maria Santos Ferraz, coordenadora do Projeto de Educação Empreendedora da FAG, o Sebrae está permitindo enxergar o empreendedorismo de outra forma, do ponto de vista do comportamento empreendedor. “A partir deste envolvimento posso levar as experiências para os acadêmicos e aos colegas professores, pelo projeto estão sendo desenvolvidas as acelerações das ideias e parcerias com outras instituições para o trabalho de incubação. 

Atualmente, 40 acadêmicos participam do projeto e conhecer novas possibilidades, como as realizadas nos Estados Unidos, nos traz ideias de como aprimorar aquilo que ofertamos hoje”, completou ao reforçar que por muito tempo as instituições pensam na formação técnica, mas que hoje, despertar o empreendedorismo é quase uma regra. 

Com este encontro, o programa encerra as atividades em 2017. Para 2018, está inclusive a proposta de ampliação das ações e dos parceiros.

 

Informações para a imprensa:
Savannah Comunicação Corporativa- empresa licitada do Sebrae/PR
Assessoria de Imprensa Regional Oeste: Juliet Manfrin - (45) 98801-2920
Adriano Oltramari– Jornalista do Sebrae/PR - (41) 3330-5895

 

 

Tags: Sebrae/PR, educação empreendedora