Tecnologia

Sebrae investe em inovação para Cidades Inteligentes

Experiência debatida na Coréia deve motivar desafios de avanço tecnológico entre os pequenos negócios

Vinicius Lages apresentou ações do Sebrae sobre cidades inteligentesO diretor de Administração e Finanças do Sebrae, Vinicius Lages, participou da Global Commercialization Conference and Workshop 2017, evento realizado de 12 a 14 de julho, em Daejeon, na Coreia do Sul. Realizada pelo Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coréia (KAIST), a conferência é uma plataforma para discussão da situação atual do comércio internacional, desafios e avanços relacionados à colaboração global para transferência de tecnologia e comercialização.

De acordo com o diretor, o momento de avanço tecnológico é oportunidade de crescimento e desenvolvimento para os pequenos negócios. "A transformação digital, a era das coisas, cidades, cidadãos e negócios inteligentes tornou-se tema estratégico de inúmeros países. Os pequenos negócios devem aproveitar as plataformas digitais e dados abundantes para poderem competir de forma mais inteligente e sustentável", afirma.

Lages também participou de visitas técnicas à incubadora SparkLab’s, uma aceleradora de startups, que tem como foco centros de inovação voltados para a Internet das Coisas e para as Cidades Inteligentes. Seu programa de aceleração, com mentoria dirigida, está disponível para startups locais e estrangeiras. O centro funciona para desenvolvimento e testes, bem como de acesso a empresas, investidores e fornecedores locais e globais.

Outro projeto visitado foi um centro de internacionalização de startups financiado pelo governo Coreano em Pangyo, considerado o Vale do Silício da Coreia. Anualmente, a agência Born2global seleciona mais de 100 startups com alto potencial para entrar no mercado global.

Vinicius também visitou Songdo, a cidade inteligente da Coréia do Sul. Onde tudo é conectado. Do asfalto ao semáforo, do chuveiro ao banheiro no hotel. São 2500 terabytes processados por segundo gerando de forma inteligente redução de consumo, melhorando a vida das pessoas e dando usabilidade ao cidades nas ruas.

Destinos Inteligentes

O Brasil está no caminho do desenvolvimento de Cidades Inteligentes e isso pode influenciar diretamente no surgimento de destinos inteligentes. Transformar cidades tradicionais em Cidades Inteligentes, conhecidas mundialmente como Smart Cities, é uma demanda relevante. O Sebrae lançou, em 2016, um projeto-piloto para alguns destinos selecionados, como Maceió (AL). O objetivo é estimular mais interligação de dados, oferta de qualidade, acessibilidade, mobilidade urbana, segurança e sustentabilidade nas cidades. Atualmente, são apoiados projetos em sete cidades: Campina Grande (PB), Campinas (SP), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Maceió (AL), Maringá (PR) e Vitória (ES). Até 2019, o Sebrae investirá R$ 10 milhões nestes projetos.

As soluções para Smart Cities têm relação com os diversos desafios atuais das cidades brasileiras, como mobilidade, segurança, educação, saúde, meio ambiente, sendo a tecnologia a linha mestra do processo. Outro fator a ser observado é a crescente demanda por cidades e destinos inteligentes, resultado da mudança que vem ocorrendo nas relações e no comportamento dos turistas. “Com os avanços tecnológicos, as redes sociais e os dispositivos mobile, os destinos estarão cada vez mais integrados ao digital. Praticidade e apoio são dois termos cruciais nesse novo comportamento”, destaca Lages. 

Mais informações:
Assessoria de Imprensa Sebrae
(61) 2107-9117/9118
imprensa@sebrae.com.br

Para empreendedores
Central de Relacionamento Sebrae
0800 570 0800