Parceria

Sebrae, 99 e 99Food apresentam protocolos e orientações para motoristas e entregadores parceiros

Manuais elaborados pelo Sebrae em parceria com a 99 e 99Food trazem protocolos de segurança e higiene para a retomada segura de atividades

A 99, a 99Food e o Sebrae apresentam os protocolos de retomada no segmento de Logística e Transporte, com foco nos motoristas e entregadores parceiros, produzidos em uma colaboração exclusiva. O tema será assunto de live, desta quarta-feira (16), às 19h, nos perfis do Sebrae no Instagram, Facebook e Youtube com Thiago Hipólito, diretor de segurança da 99, Danilo Mansano, diretor-executivo da 99Food e Cláudia Stehling do Sebrae Nacional.

Os protocolos de “Serviços de Delivery” elaborados pelo Sebrae em parceria com a 99Food; e do “Transporte por Aplicativo e Táxi”, com participação da 99 abordam a importância de um retorno seguro das atividades e as orientações protetivas para motoristas e entregadores parceiros de aplicativo, além dos cuidados com os clientes.

Para a 99 e a 99Food, existe um papel social importante ao ajudar a reduzir a circulação de pessoas nas cidades, apoiar o funcionamento de estabelecimentos locais e possibilitar que motoristas e entregadores parceiros possam ter meios de gerar renda própria com segurança.

No site do Sebrae, há também outros conteúdos sobre os protocolos, que podem ser acessados por meio de e-books, vídeos curtos com orientações objetivas e simples, informando como e quais os procedimentos a serem adotados, garantindo assim a seguridade diante a pandemia global.

Confira algumas dicas e orientações para motoristas e entregadores parceiros

* Lave as mãos com água e sabão ou higienizador à base de álcool 70%.

* Não toque nos olhos, nariz e boca.

*  Fique em casa se não se sentir bem. Se você tiver febre, tosse e dificuldade em respirar, procure atendimento médico.

- Roupas, EPIs e máscaras não devem ser compartilhados.

* Faça a higienização dos veículos periodicamente, com especial atenção aos baús e partes internas, quando aplicável. Realize a limpeza e desinfecção de bancos, bolsas, mochilas, capacetes e luvas utilizando água e sabão ou borrifando álcool.

* Todas as ferramentas, máquinas e equipamentos de uso manual devem ser constantemente limpos e higienizados, antes e após a execução dos trabalhos.

* Mesmo de máscara, mantenha distância de pelo menos 1 metro de outras pessoas.

* Certifique-se que o estabelecimento para o qual faz entregas possua uma área de chegada para os prestadores de serviço, com álcool em gel 70% disponível.

* Redobre a atenção e cuidados com o manuseio das encomendas com foco em higiene e integridade das embalagens, a fim de fidelizar seu cliente, garantindo a segurança do serviço prestado.

Outras ações

A atividade de intermediação de entregas foi umas das que tiveram sua demanda aumentada a partir do início do isolamento social. As compras pela internet e o uso de aplicativos apresentaram um crescimento significativo. Em uma pesquisa interna realizada com os consumidores da 99Food, entre os meses de abril e julho, 32% dos usuários aumentaram a frequência de pedidos. Por outro lado, 40% dos restaurantes cadastrados no app nunca haviam utilizado um serviço de entrega antes.

Na 99Food, os entregadores parceiros cadastrados no app estão cobertos por seguro contra acidentes pessoais do momento em que aceitam uma entrega até a finalização. Nas cidades onde atua, a 99Food mantém continuamente a distribuição de kits de higienização com máscaras e álcool em gel.

Em relação aos motoristas parceiros, além das orientações de segurança, a 99 e o Sebrae assinaram um Protocolo de Intenções, que prevê, dentre outras iniciativas, acesso aos cursos do  Empreenda Rápido, que oferece capacitação sobre empreendedorismo e gestão,e ainda, acesso a linhas de crédito exclusivas para motoristas parceiros no Estado de São Paulo.

A parceria entre a empresa e o Sebrae tem como eixo a orientação aos motoristas de como se tornar Microempreendedor Individual (MEI), já que desde agosto de 2019 há um código de atividade econômica específico para a categoria dentro do sistema nacional. Esta ação reconhece o trabalho dos condutores e garante acesso a benefícios como isenção de IPI e ICMS em algumas concessionárias na compra de veículos, o que pode reduzir em até 30% o preço final; facilidade para conseguir crédito com taxas mais baixas; emissão de notas fiscais; pensão em caso de óbitos; salário maternidade; descontos em planos de saúde e o recolhimento para a Previdência Social, entre outros. 

Saiba mais em: Protocolos de Retomada