Evento

Ciclo debate sustentabilidade como fator competitivo para pequenos negócios

Congresso Internacional em Cuiabá (MT) reúne mais de 400 pessoas para discutir temas de alto impacto

Superintendente do Sebrae Mato Grosso, José Guilherme Barbosa RibeiroDe Cuiabá - A sustentabilidade para os pequenos negócios é o tema central do congresso internacional que o Sebrae realiza, nesta quinta e sexta-feira (7), em Cuiabá (MT). O Congresso Internacional de Sustentabilidade - Ciclos 2017 reúne mais de 400 pessoas, entre empresários e especialistas no assunto para juntos discutirem os caminhos que podem ser trilhados pelos empreendedores brasileiros.

Durante a abertura, a diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes, destacou, em vídeo, que o congresso faz uma provocação saudável aos empresários, técnicos e gestores. “Queremos avançar na leitura de cenários para que a sustentabilidade esteja presente em todos os estágios e seja um diferencial de competitividade para os pequenos negócios brasileiros”. Segundo ela, a sustentabilidade é "uma imensa constelação de oportunidades e passa, necessariamente, pela inovação".

O superintendente do Sebrae Mato Grosso, José Guilherme Barbosa Ribeiro, destacou a importância do tema no contexto nacional. “Vamos viver aqui um Brasil que gostaríamos que permanecesse para sempre e cada um de nós pode dar sua contribuição”, ressaltou, lembrando questões como a crise hídrica em vários lugares do Brasil e o desmatamento na Amazônia, temas extremamente contemporâneos e que precisam ser debatidos.

Na primeira palestra do congresso, o cientista climático Carlos Nobre, um dos integrantes do grupo ganhador do Prêmio Nobel da Paz junto com o ex-vice-presidente dos EUA Al Gore, apresentou cenário sobre as mudanças climáticas e disse que os desastres naturais estão se tornando cada vez mais comuns e mais extremos. “Existem muitas oportunidades para as micro e pequenas empesas em soluções locais e um enorme espaço para a inovação. Mas não estamos fazendo isso no Brasil”, destacou.

Camila Cavallari, da ONU Meio Ambiente, fez uma apresentação do projeto Ecoinovação, desenvolvimento em parceria entre a ONU e o Sebrae, e que promove a ecoinovação nos países em desenvolvimento. Segundo ela, as micro e pequenas empresas possuem mais flexibilidade e têm mais possibilidade para seguir no rumo da sustentabilidade.

O Ciclos 2017 prossegue nesta sexta-feira (7), com palestras e lounges com temas como startup, finanças, recursos naturais, políticas públicas e ética, além de empreendedorismo e educação.

Mais informações:

Assessoria de Imprensa Sebrae

(61) 2107-9117/9118

imprensa@sebrae.com.br


Para empreendedores

Central de Relacionamento Sebrae

0800 570 0800