Destaque

Com apoio do Sebrae, startup brasileira participa de premiação internacional

Empresa Suthub ficou entre as finalistas de concurso de inovação e segue em busca de aproximação com mercado europeu para novos negócios

O ano de 2020 chega ao final com boas perspectivas de negócios no exterior para a startup brasileira Suthub. Atuando no mercado de seguros há quatro anos, a empresa participou pela primeira vez de um concurso internacional, com apoio do Sebrae e do ecossistema de inovação do Inovabra. A experiência aconteceu durante a segunda edição da premiação PYME Startup Innovácion, promovido pela Câmara de Comércio Brasil – Espanha (CCBE).

O resultado da premiação foi anunciado no último dia 11 de dezembro em cerimônia transmitida virtualmente. A Suthub ficou entre as 14 finalistas do concurso, em que competiu na categoria Fintech, ao lado de startups brasileiras e espanholas. Além de ganhar visibilidade no site da CCBE e um selo eletrônico, a startup brasileira já recebeu propostas para participar de reuniões com empresas espanholas interessadas na solução.

Para Marcos Kenji Watanabe, chief data scientist da Suthub, a participação na premiação é um importante passo na internacionalização dos negócios da empresa, que já possui escritório em Portugal para atender clientes europeus. “Nos sentimos muito felizes e honrados. Participamos deste concurso do CCBE por indicação da própria equipe do Sebrae que atua no Inovabra”, comemorou.

Mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia, a startup conseguiu triplicar o tamanho da equipe, que se manteve em home office, e dobrou o número de clientes. Para 2021, os planos incluem efetivar negócios na Europa.

Em fase de tração, a empresa pretende realizar a primeira rodada de investimentos com vistas a trazer um investidor estratégico.

De acordo com Watanabe, a empresa se destaca ao inovar no mercado de seguros como uma plataforma digital que permite a integração de qualquer sistema existente nas seguradoras, expondo produtos para diversos canais digitais e utilizando modelos de IA especialmente para a área.

Desde 2019, o Sebrae faz parte do ecossistema de inovação Inovabra, onde tem atuado para estimular a conexão de pequenas empresas inovadores com parceiros de negócios dentro e fora do Brasil. Para o empresário, o Inovabra tem tido um papel fundamental no crescimento da startup. “Temos tido apoio para crescer muito rapidamente não só comercialmente, como também em relacionamento e aprendizado profissional”, contou Watanabe.