Políticas Públicas

Fórum de Desenvolvimento da ABDE debaterá propostas de candidatos à presidência

Em Brasília, economistas e cientistas políticos discutirão os programas de governo dos candidatos que estarão na disputa do segundo turno

A Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE) realizará, no dia 17 de outubro, em Brasília, o Fórum de Desenvolvimento, com a participação de economistas e cientistas políticos que debaterão os programas de governo dos candidatos que estarão na disputa do segundo turno.

Entre as presenças confirmadas, estão a dos economistas Paulo Nogueira Batista Jr. e Carlos Alexandre Da Costa, para o debate econômico, e o sociólogo José Mauricio Domingues, para uma leitura do cenário político. Nogueira é economista, atuou como vice-presidente do Novo Banco de Desenvolvimento, pelos BRICS em Xangai, e foi diretor-executivo no FMI pelo Brasil e outros dez países. Ex-diretor de Planejamento, Crédito e Tecnologia do BNDES, Carlos Alexandre Da Costa também contribuirá com o debate a partir de sua experiência junto ao SNF.

Com inúmeros livros e artigos publicados, sobre Brasil e América Latina, José Mauricio Domingues foi o primeiro brasileiro a receber, da Alemanha, o Prêmio Humboldt, por sua trajetória acadêmica, na área de sociologia, sendo doutor e mestre, com formação pela London School of Economics and Political Science (LSE). Atualmente, é professor e pesquisador no Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ).

Aberto ao público e à imprensa, o evento da Associação pretende contribuir com o diálogo entre os setores econômicos e a sociedade para a construção de políticas e ações que envolvam as instituições de fomento e desenvolvimento, que compõem o Sistema Nacional de Fomentos (SNF).

Dividida em três mesas, a programação contará com uma abertura institucional, seguida das duas discussões em âmbito econômico e político abordando, ainda, o relacionamento entre os Poderes da República e o desenvolvimento econômico do Brasil.

MANIFESTO - Em agosto, a ABDE encaminhou a todos os candidatos à Presidência da República, um documento em que alerta para a necessidade de mudanças no regime tributário e na regulação, para que as instituições de fomento possam contribuir, por meio do financiamento de longo prazo, para a ampliação dos investimentos e, consequente, aumento da produtividade.

De acordo com o manifesto, que pautará o debate, o fortalecimento do Sistema, por meio de várias ações, tornaria possível o aumento da taxa de investimento dos atuais 15% para, pelo menos, 25% do PIB. Com o apoio das diferentes esferas públicas, o SNF ampliaria o alcance a todas as regiões do país, gerando condições para a distribuição de renda e a melhoria de qualidade de vida da população.

PRÊMIO ABDE 2018 – No dia 17, também serão entregues as premiações para os seis vencedores da 5ª Edição do Prêmio ABDE. Promovido em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), neste ano, foram produzidos trabalhos inéditos sobre os temas: “Desenvolvimento em Debate”, “Parcerias Público-Privadas: Desafios e Soluções” e “Desenvolvimento e cooperativismo de crédito”.

Serviço:
Fórum de Desenvolvimento e Entrega do Prêmio ABDE-BID 2018
Dia 17 de outubro
9h às 17h (Programação não fechada)
Sede do Sebrae (L2 Sul – SGAS 605) – Brasília /DF

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Informações: (61) 3049-9564
email: ada.suene@inpressoficina.com.br