Economia

Fampe já concedeu aval para mais de R$ 1,6 bilhão em crédito para pequenos negócios

Fundo, que é gerido pelo Sebrae, permitiu a concretização de 21 mil contratos de empréstimos para as micro e pequenas empresas somente com a Caixa Econômica Federal

Até o dia 26 de junho, a parceria entre o Sebrae e a Caixa Econômica Federal, que tem como objetivo ampliar o acesso dos pequenos negócios a crédito, por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe), já havia ultrapassado a marca de R$ 1,6 bilhão em empréstimos concedidos. Gerido pelo Sebrae, o fundo atua como garantidor das operações de crédito realizadas pelas instituições financeiras credenciadas. Desde que o acordo entre Sebrae e Caixa foi firmado, em 20 de abril, já foram realizados mais de 21 mil contratos pelos pequenos negócios.

“Infelizmente, nossas pesquisas mostram que, apesar de estar disponível nos bancos, o crédito não chega aos empresários. E o Fampe funciona como um alento para oferecer a garantia que eles precisam”, analisa o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

O volume de negócios realizados nos últimos meses tem demonstrado que o Fampe tem sido de grande importância para as micro e pequenas empresas, em um momento em que o país atravessa uma grave crise econômica causada pelo novo coronavírus. No início de junho, o volume de contratos firmados era de 12,6 mil, atingindo no final do mesmo mês a marca de 21.062 contratos. Essas ações de crédito somaram mais de R$1,6 bilhão. Além de disponibilizar o Fampe, o Sebrae também oferece toda assistência aos empreendedores desde o início do processo de acesso ao crédito até sua liquidação. A expectativa da instituição é de, até o final do ano, as operações de socorro aos pequenos negócios na crise do coronavírus permitirão a concessão de aproximadamente R$ 7,5 bilhões em crédito, com o aval do Fundo