Londrina

Sebrae/PR apresenta Planejamento do Ecossistema de Inovação

Trabalho final, com plano de ação e estratégias desenvolvido pela Fundação CERTI, será divulgado no dia 19 de fevereiro a lideranças da cidade

No dia 19 de fevereiro, o Sebrae/PR, em parceria com diversas entidades representativas da cidade, apresentará, oficialmente, o Planejamento do Ecossistema de Inovação de Londrina. Elaborado pelos pesquisadores da Fundação CERTI, a partir da análise da vocação e potencial do município, e do levantamento de oportunidades e tendências de mercado, o documento traz um plano de ação de médio e longo prazo para fomentar o desenvolvimento local a partir da inovação em cinco áreas prioritárias: saúde, agronegócio, tecnologia da informação e comunicação (TIC), química e materiais, e eletrometalmecânica. 

O coordenador estadual de ecossistemas de inovação do Sebrae/PR, Heverson Feliciano, diz que Londrina possui ativos, mas faltava integrar e conectar os diferentes setores, academia, entidades e empresas. Segundo ele, as áreas destacadas na pesquisa possuem alto potencial de inovação e respaldo científico e tecnológico instalados na cidade. O trabalho começou em maio de 2016 com o mapeamento de informações e entrevistas com lideranças políticas e empresariais, além de pesquisadores de Londrina. 

Agora, a equipe da Fundação CERTI voltará a Londrina para fazer a apresentação final, divulgar o plano de ação e as estratégias a serem. Uma das propostas é criar uma governança para realizar a gestão do ecossistema. “A partir de agora, o objetivo é integrar as ações para potencializar o desenvolvimento e transformar Londrina em um polo de inovação”, pontua Feliciano, lembrando, que o planejamento envolveu mais de 70 lideranças do município. 

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), Claudio Tedeschi, diz que a cidade deve percorrer um novo ciclo econômico protagonizado pela tecnologia da informação e comunicação. Com vários ativos instalados na cidade, desde empresas, até aceleradoras, incubadoras, startups, universidades e institutos capazes de formar mão de obra especializada, o setor tem a vantagem de ser transversal, ou seja, ele “conversa” e oferece soluções para todos os segmentos. “Londrina tem certa dificuldade na atração de indústrias por estar longe de portos. Na área de TIC, porém, os serviços podem ser prestados a distância”, pondera. 

Na opinião do presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Reinaldo Gomes Ribeirete, o planejamento veio no momento certo, junto com a chegada de uma multinacional indiana da área de TI a Londrina. “Há tempos já se fala que a cidade é referência em inovação na área de TIC, mas faltava um direcionamento”, aponta. Segundo ele, a inovação pode estar presente em todos os segmentos, tanto na prestação de serviços como na indústria. “Queremos construir um polo forte e melhorar as receitas do município, que são pequenas em relação ao potencial instalado”, adianta. 

Para o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Ary Sudan, Londrina caminha para ser um grande centro de tecnologia e inovação. Ele acrescenta que o planejamento do ecossistema vai integrar e fortalecer os vários movimentos que já ocorrem de maneira isolada. “O plano de ação será uma grande ferramenta para atrair novas empresas, aproveitar melhor o que já está sendo feito e transformar Londrina em uma cidade desejada”, argumenta. 

Na avaliação do presidente do Sindicato da Indústria de Tecnologia da Informação do Paraná (Sinfor-PR), Marcus Friedrich Von Borstel, o projeto confirmou as tendências discutidas nos últimos anos em Londrina, como Internet das Coisas e Cidades Inteligentes. “O setor de TIC já é pujante na cidade e na região”, atesta. Para ele, a tecnologia ganhará duas vezes com o planejamento porque, além de ter sido elencada como área prioritária, é capaz de influenciar e apresentar soluções para todos os outros setores considerados de destaque. 

O Planejamento do Ecossistema de Inovação de Londrina, elaborado pela Fundação CERTI, é uma iniciativa do Sebrae/PR, em parceria com a Acil; Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina (Ceal); Central de Inovação, Desenvolvimento e Negócios Tecnológicos (Cintec); Fiep/Sesi/Senai/IEL; Sercomtel Participações; Sicoob; Sicredi; Sindicato Rural Patronal de Londrina; Sindimetal Londrina; Sinduscon Norte-PR; Sinfor-PR;  e Sociedade Rural do Paraná (SRP).  

Apresentação 

A apresentação do Planejamento do Ecossistema de Inovação de Londrina será realizada no dia 19 de fevereiro, segunda-feira, a partir das 8h30, no escritório do Sebrae/PR, que fica na avenida Santos Dumont, 1.335, Bairro Aeroporto, em Londrina.

 

  
Informações para a imprensa:
Savannah Comunicação Corporativa - empresa licitada do Sebrae/PR
Assessoria de Imprensa - Regional Norte: Amanda de Santa - (43) 99917-7751/ (43) 98808-2598