Alimentação fora do lar

Bares e restaurantes no país sofrem com os impactos da pandemia

Pesquisa feita pelo Sebrae e Abrasel aponta fechamento de empresas, queda no faturamento, demissões e endividamento do segmento

Quase 7% de bares e restaurantes no Brasil fecharam as portas de vez devido à interrupção das atividades e o isolamento social provocados pela pandemia. A pesquisa feita pelo Sebrae e Abrasel, entre os dias 27 de julho e 6 de agosto, mostra ainda que metade desses estabelecimentos registraram redução do faturamento e estão com dívidas atrasadas.

A pesquisa entrevistou 1.191 empresários de bares, restaurantes, cafeterias, lanchonetes, padarias, pizzarias e sorveterias dos 26 estados e do Distrito Federal, sendo: 39% Microempreendedores Individuais (MEI), 58% Micro e Pequenas Empresas, e 3% médias ou grandes empresas. “Os dados são importantes norteadores que apontam as dificuldades enfrentadas pelos negócios de alimentação fora lar. Sem dúvida é um dos setores mais impactados pela pandemia e com grandes obstáculos para a retomada”, explica o Superintendente do Sebrae Minas, Afonso Maria Rocha.

O estudo mostrou que entre as atividades do setor de alimentação fora do lar, bares e restaurantes foram os que mais sentiram os efeitos da crise. Segundo a pesquisa, do total de bares e restaurantes entrevistados, 6,7% tiveram que encerrar suas atividades permanentemente devido ao coronavírus (Covid-19). Outros 20% estão com o funcionamento interrompido temporariamente. “Apensar disso, mais da metade dos estabelecimentos voltaram a funcionar com algumas mudanças, a maioria apostando no delivery”, justifica Rocha.

O faturamento também caiu para 92% dos entrevistados dessas atividades. Apenas 4,5% dos donos de bares e restaurantes afirmaram ter aumentado seus rendimentos.  “Mesmo com o resultado negativo, a pesquisa mostrou que em relação a junho, o mês de julho teve um menor índice de empresas do segmento que registraram queda no faturamento”, afirma o Superintende do Sebrae Minas.

Em relação aos postos de trabalho, 18,5% dos donos de bares e restaurantes entrevistados tiveram que demitir funcionários de carteira assinada, nos últimos 30 dias, por causa da crise do coronavírus.

Outro dado que chamou a atenção na pesquisa foi a dificuldade de bares e restaurantes fecharem suas contas. De acordo com o estudo, 54% dos entrevistados dessas atividades estavam com dívidas em atraso.

Prepara Gastronomia

Em Minas Gerais, para ajudar bares e restaurantes na estruturação e retomada de suas atividades, o Sebrae Minas e a Abrasel criaram o Prepara Gastronomia.

Semanalmente, os empreendedores e empresários do setor de alimentação fora do lar vão receber conteúdos direcionados para ajudar no retorno do funcionamento dos estabelecimentos, quando for a hora certa.

A trilha digital inclui palestras e cursos online, e-books, artigos, planilhas e vídeos informativos, dividida em cinco temáticas:

   *  Estratégias: como se reinventar neste período de crise, novos modelos de negócios e oportunidades do mercado de alimentação. 

   *  Finanças e crédito: como colocar as contas em dia, controlar seus ganhos e custos e ainda obter crédito com segurança e juros baixos. 

   *  Operações e protocolos: informações para ajudar a reduzir custos e simplificar processos, com medidas de higiene e mudanças na entrega e infraestrutura dos negócios. 

   *  Vendas on-line: ferramentas e dicas sobre novos hábitos de consumo para vender mais. 

   *  Marketing digital: ferramentas e orientações para ampliar e fortalecer a presença digital das empresas e conectá-las com os clientes.

 “É importante que os pequenos negócios do setor se preparem, adequando a infraestrutura e o espaço do negócio para receber seus clientes, e melhorando o planejamento em gestão e finanças, com o propósito de oferecer um serviço de qualidade, adaptado à nova realidade”, diz o Superintende do Sebrae Minas, Afonso Maria Rocha.

Os interessados poderão se inscrever gratuitamente para receber os conteúdos, que serão enviados por e-mail. O cadastramento deve ser feito pelo site: www.oferta.sebraemg.com.br/prepara-gastronomia

 

Pesquisa Situação e Perspectivas do Segmento de Alimentação Fora do Lar - 2ª edição

 

Sua empresa está funcionando no momento?

Decidimos fechar a empresa de vez: 6,7%

Estamos com o funcionamento interrompido temporariamente: 19,9%

Estamos funcionando com mudanças por causa da crise: 70,6%

Estamos funcionando da mesma forma que antes da crise: 2,7%

 

Como o seu negócio está sendo afetado pelo coronavírus em termos de faturamento mensal, em relação a um mês normal?

Aumentou: 4,5%

Diminuiu: 92,3%

Não sabe ainda/não quis responder : 2,0%

Permaneceu igual: 1,2%

 

Nos últimos 30 dias você teve que demitir funcionários de carteira assinada (CLT) por causa da crise do coronavírus?

Sim: 18,5%

Não: 47,5%

Não tenho funcionários: 34,1%

 

Como estão as dívidas/empréstimos da sua empresa no momento?

Não temos dívidas/empréstimos: 23,7%

Temos dívidas/empréstimos e estamos em atraso: 50,8%

Temos dívidas/empréstimos e estamos em dia: 25,5%

 

 

Assessoria de Imprensa do Sebrae Minas

(31) 3379-9275 / 9271