Empreendedorismo

Cidade Empreendedora chega à Rondônia com adesão total: 52 municípios serão acelerados economicament

A iniciativa do Sebrae leva estratégias para crescimento social e econômico que melhoram o ambiente de negócios e os índices de desenvolvimento humano

O programa Cidade Empreendedora foi lançado, nesta sexta-feira (14), no estado de Rondônia com máxima adesão. Todos os 52 municípios do estado aprovaram a iniciativa. Essa é a primeira vez que uma unidade da federação atinge adesão de todas as cidades. O Cidade Empreendedora é um conjunto de estratégias focado em dez eixos de desenvolvimento local: gestão municipal, lideranças locais, desburocratização, sala do empreendedor, compras governamentais, empreendedorismo nas escolas, inclusão produtiva, marketing territorial, cooperativismo, crédito, inovação e sustentabilidade.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, parabenizou o estado pela aderência total ao programa: “O Sebrae se sente muito orgulhoso por todas as cidades que aderiram. Parabéns ao Sebrae regional por esse exercício de liderança. Cumprimento a todos os prefeitos e comunico que vocês irão realizar uma verdadeira transformação em seus municípios. O Cidade Empreendedora é comprovadamente atestado como uma metodologia que melhora os índices de desenvolvimento humanos locais”.

Bruno Quick, diretor técnico do Sebrae, ressaltou que o entusiasmo dos prefeitos de Rondônia irá refletir na melhoria do ambiente de negócios e nas gerações futuras. “Estamos muito felizes de ver o entusiasmo do estado com o programa. Parabéns a todas as autoridades políticas e instituições que estão apoiando o Sebrae nesse projeto. O Cidade Empreendedora vai levar o melhor para Rondônia, no que se refere à melhoria do ambiente de negócios. Além disso, o programa também atua com as crianças promovendo educação empreendedora. Através desse programa, o Sebrae entrega para as bases municipais o que há de melhor em políticas públicas de incentivo ao empreendedorismo”, observou.

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Nacional, José Roberto Tadros, destacou que com o Cidade Empreendedora todos os atores da cadeia produtiva saem ganhando. “Esse programa é a união vitoriosa da experiência e da capilaridade do Sebrae. É no município que tudo começa, que tudo acontece. O programa possui diversas ferramentas para o desenvolvimento dos micro e pequenos negócios, todos ganham. Ganha o prefeito que fortalece sua imagem como promotor de desenvolvimento social, ganham os agricultores que potencializam suas produções, ganham os comerciantes e empreendedores que vendem mais e ganha toda a população local com mais emprego e renda circulando”, afirmou.

Expectativa rondoniense

O superintendente do Sebrae-RO, Daniel Pereira, falou um pouco sobre o trabalho de divulgação e incentivo à participação no Cidade Empreendedora no estado. “Todos os municípios aderiram ao programa, isso não é comum. Nós fomos em município por município, dialogamos e construímos esse relacionamento. Isso só foi possível graças ao trabalho em equipe de todo Sebrae. Até o momento, somos o único estado do país a ter todas as cidades participando. Esse fato mostra a nossa sede de transformação, de inovação e de empreendedorismo. Nossos municípios serão transformados com os resultados do programa”, comemorou Pereira.

O prefeito de Porto Velho, capital do estado de Rondônia, Hildon Chaves, disse que está animado e esperançoso com o Cidade Empreendedora. “Os micro e pequenos negócios precisam muito de iniciativas como essa. O Sebrae vem por anos cumprindo essa missão de facilitar a vida dos empreendedores. Com todos os municípios aderindo ao programa eu deve ressaltar que isso mostra o engajamento e sede de crescimento do nosso estado. Tenho certeza que nossos resultados serão positivos”, afirmou.

O evento de lançamento do Capital Empreendedor, em Rondônia, contou com a participação de dezenas de autoridades políticas e instituições de apoio ao empreendedorismo. Estiveram presentes lideranças como o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae-RO,  Hélio Dias; o diretor técnico do Sebrae-RO, Samuel Almeida; o presidente do Banco da Amazônia, Valdecir José de Souza Tose; o presidente da Associação Rondoniense de Municípios (Arom) e Prefeito de Urupá, Célio Lang; representantes do Tribunal de Contas de Rondônia e dos governos estadual e municipais.