Startups

Cinco startups mineiras estão na etapa final do programa Capital Empreendedor

Nos dias 24 e 25 de novembro, as empresas participam do Circuito de Investimentos, em São Paulo. Ao todo, 50 startups de todo o Brasil foram selecionadas

Cinco startups mineiras estão na etapa final do programa Capital Empreendedor, do Sebrae. As startups Juntus, CheckBits, Dunning, GTI Plug e Na Lupa Design estão entre as 50 selecionadas de todo o Brasil, para participarem do Circuito de Investimentos, que acontece nos dias 24 e 25 de novembro, em São Paulo. As rodadas finais serão o grande momento para as startups apresentarem seus negócios, com o objetivo de receberem aportes financeiros. Cada startup terá a oportunidade de ficar frente a frente com pelo menos 10 investidores.

Essa é a quarta edição do programa Capital Empreendedor, e a primeira vez que foi realizado em Minas Gerais. Neste ciclo, o programa contou com a participação de 270 empresas nas primeiras etapas, sendo 30 delas mineiras. As startups participaram de workshops, oficinas de pitch, capacitações e mentorias, nos temas: Negócios, Comportamento Empreendedor, Growth, Produtos e Dados (GPD), Governança e Vendas. Agora, na fase final, as startups selecionadas se apresentam para investidores anjos, aceleradoras, plataformas de crowdfunding de investimentos e fundos de investimentos seed.

Roberto Salomão, CEO da startup Juntus, destaca que o programa foi muito valioso para o crescimento e desenvolvimento do negócio. “Nos surpreendemos com a profundidade do programa, que nos possibilitou conhecer esse mundo dos investimentos. Estamos ansiosos para aprender com os investidores que estarão na rodada final ouvindo sobre o nosso negócio e nos dando feedbacks, e confiantes em iniciar uma conexão que se transforme na captação do nosso primeiro investimento”, destaca.

O analista do Sebrae Minas, Igor Robert Martins, ressalta que as startups mineiras tiveram uma evolução e desempenho impressionantes ao longo do programa. “Após meses de intenso processo de capacitação, elas estão preparadas para apresentarem suas teses de forma estruturada e com segurança para os investidores. Temos grandes expectativas de que alcançarão bons resultados”, pontua.

Resultados

O programa em 2021 já apresentou resultados em Minas Gerais, mostrando a efetividade em conectar startups a investidores do mercado, antes mesmo da finalização do ciclo. A startup Contajá, que oferece soluções contábeis, regulatórias e tributárias para micro e pequenas empresas, conquistou um investimento na modalidade Equity Crowdfunding, pela plataforma Captable, no valor de R$1.200.000,00.

Para o CEO da empresa, João Henrique Costa, a participação no programa foi fundamental para alcançar esse aporte. “Todo o aprendizado adquirido nas oficinas e mentorias ao longo do programa, sobre como alinhar as teses com possíveis investidores, modalidades de investimentos e a possibilidade de crowdfunding, assim como a construção do nosso pitch, nos preparou e lapidou para que conseguíssemos captar esse investimento”, destaca.

Outras duas startups que participaram do programa e estão entre as finalistas do Capital Empreendedor – Dunning e GTI Plug – foram selecionadas para o Startup Invest Summit, programa do Sebrae em parceria com a Bossanova para levar investimentos a startups de alto potencial de todo o Brasil.

Capital Empreendedor

O programa Capital Empreendedor é uma iniciativa do Sebrae Nacional, que visa orientar e capacitar startups e negócios inovadores para se aproximarem e negociarem com investidores de risco. Realizado desde 2018, o programa já possibilitou que 100 empresas conseguissem aportes financeiros no valor total de R$ R$ 67,6 milhões. Em todos os ciclos, o programa já ofereceu mais de 11 mil horas de capacitação com a participação de em torno de 750 startups de 24 estados e Distrito Federal.