Exposição Bordados de Caicó abre temporada de visitação em Natal

Aclamada no Rio de Janeiro, a mostra promovida pelo Sebrae reúne mais de 200 peças, que retratam os 12 tipos de pontos de bordados tradicionais do Seridó. A exposição está aberta à visitação a partir desta quarta-feira (11), na Cidade da Criança.

Natal – Após o sucesso no Rio de Janeiro, em que ficou durante alguns meses em exposição no Centro de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB) desde o final do ano passado, agora é a vez de os potiguares terem oportunidade de conferir a Mostra do Bordado de Caicó, realizada pelo Sebrae no Rio Grande do Norte e parceiros. A mostra abre para visitação em Natal a partir desta quarta-feira (11), das 14h às 18h, e permanece até o dia 11 de junho próximo, no Centro de Referência do Artesanato do Rio Grande do Norte (Crarn), que fica instalado na Cidade da Criança, no bairro do Tirol, em Natal. Com curadoria do designer Renato Imbroisi, a exposição é promovida pelo Sebrae no Rio Grande do Norte, revela a diversidade e a tradição do Bordado de Caicó, conhecido no Brasil e no mundo por sua beleza, regionalidade, qualidade e acabamento.

A exposição é resultado de criações desenvolvidas em oficinas dirigidas pelo curador junto com a designer e ilustradora Lui Lo Pumo, que auxiliaram as bordadeiras na confecção de novas peças temáticas. Os temas representam o universo cultural e ambiental da caatinga, com novos riscos, inspirados na canção “O Rabo do Jumento”, do cantor e compositor Elino Julião, nascido em Timbaúba dos Batistas.

A exposição segue um formato adaptado do que foi apresentado na capital fluminense e dá uma mostra do talento de 2.700 artesãos da região do Seridó. São mais de 200 peças bordadas com referências culturais, que o visitante da exposição pode conferir o universo do Bordado de Caicó e também fazer encomendas de peças. 

Além das peças de decoração, moda, cama, mesa, banho e enxoval para recém-nascidos, a exposição traz novas linhas de produtos, inclusive com apresentação de vídeo do desfile da coleção exclusiva "Bonito pra Chover", realizada no ano passado. Foi produzido ainda um documentário sobre o Bordado de Caicó pelo Sebrae e que poderá ser assistido na exposição.

Evento de lançamento

Antes da abertura para visitação pública, a exposição na capital potiguar foi lançada em evento para convidados na tarde desta terça-feira (10). A solenidade contou com a presença do presidente do Conselho Deliberativo Estadual (CDE) do Sebrae, Itamar Manso Maciel, do diretor superintendente do Sebrae-RN, José Ferreira de Melo Neto, e do diretor técnico, João Hélio Cavalcanti, além da gerente da Unidade de Desenvolvimento Setorial do Sebrae-RN, Lorena Roosevelt, e da gestora do Projeto de Economia Criativa da instituição, Ana Ubarana.

“É um trabalho meritório e o Sebrae encara esse fomento à atividade, como suporte ao crescimento desses profissionais. Já havíamos montado essa exposição no Centro de Referência do Artesanato Brasileiro, na Praça Tiradentes, point da cultura do Rio, com grande repercussão e excelente volume de vendas. Agora, os potiguares também poderão apreciar e se encantar com os nossos bordados”, afirma o diretor superintendente do Sebrae-RN.

O lançamento foi prestigiado pela governadora do Estado, Fátima Bezerra – que também participou da abertura da exposição no Rio - e do vice-governador, Antenor Roberto, que foram acompanhados de secretários de pastas ligadas à área, como o presidente da Fundação José Augusto, Crispiniano Neto, e a secretária da SETHAS, Iris Oliveira, assim como representantes dos artesãos.

“Queremos ressaltar essa parceria do Programa do Artesanato Potiguar (Proart), da Sethas, com o Sebrae. Nesta exposição, que tive o privilégio de participar do lançamento no Rio, vemos claramente a beleza, a tradição, a arte do trabalho feito por nossos artesãos em relação do bordado do Seridó. Ficamos encantados lá e estamos encantados com a exposição aqui, em Natal”, enfatizou a governadora, destacando que o sucesso do programa se deve justamente pelas parcerias estabelecidas com o Sebrae do Rio Grande do Norte e outros parceiros.

Fátima Bezerra também reconheceu o trabalho desenvolvido pelo Sebrae na área do artesanato. “O Sebrae notadamente é uma das instituições que têm uma das experiências mais bonitas e contribuição dada ao artesanato no Brasil”. Durante o lançamento, também foi sinalizada a parceria para lançamento de uma nova coleção dos bordados com a temática das pinturas e inscrições rupestres em outubro deste ano.

Valorização

Essas ações fazem parte da estratégia do Sebrae para valorizar o artesanato do estado, em especial da região Seridó, que detém o selo de Indicação Geográfica (IG) de Procedência, concedido em 2020 pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). No ano passado, a instituição realizou ações de capacitação para as artesãs, por meio do projeto em parceria com o Instituto Riachuelo para formação e aperfeiçoamento nos pontos do Bordado de Caicó e aulas de risco.

O bordado de Caicó se caracteriza, ainda, por ser produzido em máquinas de costura de pedal. Para manter seu trabalho dentro das especificações do chamado Bordado de Caicó, as artesãs só podem utilizar 12 pontos: ponto cheio, richelieu, matiz, costurado, rococó à mão, rococó à máquina, aberto ou bainha, turco, rústico, quebra-agulha/espinho, crivo e granito.

É definido geograficamente por ser praticado em 12 cidades da região do Seridó do Rio Grande do Norte: Caicó, Timbaúba dos Batistas, São Fernando, Serra Negra do Norte, Acari, São João do Sabugi, Jardim do Seridó, Ipueira, Cruzeta, São José do Seridó, Jucurutu e Ouro Branco.