Reconhecimento

Gestores municipais recebem Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Foram reconhecidos oito projetos que incentivam o empreendedorismo e melhoram o ambiente de negócios nesses municípios

Alagoas é um estado com diversas iniciativas que transformam o ambiente de negócios e incentiva o crescimento das micro e pequenas empresas nos municípios. E para dar o devido reconhecimento aos prefeitos que implantaram projetos com resultados comprovados com esse foco, o Sebrae Alagoas realizou, na manhã desta segunda-feira (09), no Hotel Ritz Lagoa da Anta, em Maceió, a cerimônia de entrega da etapa estadual do XI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (PSPE).

Nesta edição foram inscritos 28 projetos, distribuídos em oito categorias: Desburocratização, Sala do Empreendedor, Compras Governamentais, Empreendedorismo na Escola, Marketing Territorial e Setores Econômicos; Inovação e Sustentabilidade; Governança Regional e Cooperação Intermunicipal e Cidade Empreendedora – Região Nordeste.

Ao todo, a edição alagoana contou com 15 finalistas dos seguintes municípios: Atalaia, Pilar, Santana do Ipanema, Campo Alegre, Palmeira dos Índios, Pão de Açúcar, Maceió, Marechal Deodoro, Girau do Ponciano, Maragogi, Quebrangulo, Rio Largo, Arapiraca e São Miguel dos Campos.

Nas categorias ‘Desburocratização’ e ‘Marketing Territorial e Setores Econômicos’, o vencedor foi o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, que, na cerimônia, foi representado pelo secretário de Comunicação do município, Lininho Novais.

“Não tem como não se emocionar com esses prêmios. A campanha Maceió é Massa surgiu da necessidade de resgatar o sentimento de pertencimento do maceioense”, afirmou Novais. “Governar Maceió é muito mais do que obra, asfalto, cimento e concreto. É cuidar de gente e essa campanha trouxe esse resgate e nos ajuda a cuidar das pessoas”.

Na categoria ‘Empreendedorismo na Escola’, o reconhecimento foi para o prefeito de Campo Alegre, Nicolas Pereira. “É uma grande emoção chegar aqui já na minha primeira gestão. Eu vivi na pele essa evolução no empreendedorismo na escola junto de toda a equipe e, graças a Deus, fomos agraciados com o prêmio. Dedico esse prêmio a equipe”, pontua.

Já em ‘Inovação e Sustentabilidade’, o prêmio foi para a prefeita de Santana do Ipanema, Christiane Bulhões, que foi representada pela secretária de governo, Renilde Bulhões.

“É uma emoção muito grande para mim, que já estava satisfeita em ver que Santana era finalista. Agradeço primeiramente a Deus, que nos guia, e depois ao Sebrae por nos permitir tamanha alegria e felicidade. Quando falamos no Sebrae, eu me sinto em casa. Assim, desenvolvemos o nosso município com o foco na juventude, na capacitação para o trabalho e diminuição do desemprego”, ressaltou.

O vencedor nas categorias ‘Sala do Empreendedor’ e ‘Compras Governamentais’ foi o prefeito do município de Pão de Açúcar, Jorge Dantas, que destacou a importância de uma maior integração entre os municípios para que essas boas iniciativas de empreendedorismo sejam compartilhadas.

“Há uma necessidade de maior cooperação entre nós prefeitos para que a gente possa se visitar, conhecer as demais experiências para que possamos aprender ainda mais uns com os outros. É uma honra ganhar logo em duas categorias”, destacou. “Convido a todos a conhecer a nossa Casa do Empreendedor e a nossa experiência de compras governamentais, de como tratar o fornecedor na compra e nas prioridades de pagamento. Agradeço de coração ao Sebrae”.

O reconhecimento em ‘Governança Regional e Cooperação Intermunicipal’ ficou com o prefeito de Maragogi, Fernando Sérgio Lira. “Eu estava seguro de que seríamos agraciados porque nos empenhamos muito em implantar o processo de governança do município. O desenvolvimento é a base do território e os nossos municípios vizinhos também fazem parte”, declarou Lira. “Se não tivermos um sentimento de desenvolvimento territorial não chegaremos a lugar nenhum. Esse é um recado que o Sebrae tem dado repetidamente”.

Por fim, na categoria ‘Cidade Empreendedora – Região Nordeste’, o prêmio foi para o prefeito do município de Pilar, Renato Filho. “O Pilar, antes, só se destacava como cidade violenta e hoje recebe premiações como esta. Dedico esse prêmio não somente a minha equipe, mas a todos os pilarenses que esperaram que o Pilar tivesse esse destaque que temos hoje”, afirmou Renato Filho. “Estou muito emocionado, feliz e grato ao Sebrae que tem sido um grande parceiro no desenvolvimento dos municípios alagoanos”.

Os prefeitos vencedores receberam os troféus feitos pelo artesão alagoano, artista plástico e designer de interiores Valentim. Todos os vencedores da etapa estadual vão participar da premiação nacional, a ser realizada no dia 28 de junho, em Brasília.

Os projetos finalistas foram selecionados a partir de uma banca julgadora que contou com membros de instituições como Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Caixa Econômica Federal, Federação das Câmara de Dirigentes Lojistas (FCDL) e Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea).

Retomada do PSPE

O diretor superintendente do Sebrae Alagoas, Marcos Vieira, lembrou que essa edição marca a retomada do prêmio, que foi suspenso devido o período de pandemia, época que trouxe muita instabilidade e incertezas para a economia, mas que trouxe a percepção da importância da economia local, dos negócios de vizinhança, do desenvolvimento territorial e das pequenas empresas nos nossos municípios.

“A realização do PSPE reforça a nossa crença de que as grandes transformações econômicas e sociais em nosso país se darão pela união e articulação de forças que atuam nos municípios apoiadas pelas políticas públicas que promovam o fortalecimento das micro e pequenas empresas que são as maiores geradoras de emprego e renda no mundo inteiro. Elas, se receberem o devido apoio, irão ultrapassar os 30% de contribuição para o PIB nacional”, destacou.

Já o presidente da Associação dos Municípios Alagoas (AMA) e prefeito do município de Cacimbinhas, Hugo Wanderley, agradeceu ao Sebrae pela parceria contínua fomentando temas como a regulamentação da Lei Geral das MPE nos 102 municípios e incentivo à ativação das Salas do Empreendedor, principalmente no pós-pandemia, além do próprio prêmio.

“Desde que foi lançado, o PSPE reconheceu prefeitos de 26 municípios com projetos inovadores que fizeram a diferença na vida de muita gente. O PSPE é um grande reconhecimento para os que se dedicam tanto, é um instrumento valioso para identificar prefeitos que enxergam nas MPE aliados para prover emprego, renda, inovação e desenvolvimento econômico por meio do empreendedorismo”, afirmou Wanderley. “Que as experiências exitosas de todos os concorrentes possam ser disseminadas como exemplo de gestão”.